Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Clarabóia

Clarabóia

23.05.20

Tiger King: Morte, Caos e Loucura


Raquel Patrício

O documentário sobre Joe Exotic, que se auto-intitulou de Tiger King, tem contornos tão bizarros e surreais que não nos deixam largar o ecrã. 

Este documentário disponível na Netflix, com apenas 7 episódios, conta-nos a história de Joe Exotic, o dono de um zoo com vários tigres e animais exóticos, das suas relações, da sua rivalidade com Carole Baskin - supostamente conhecida como criadora e protetora de animais felinos - e todos os detalhes desta história verdadeiramente alucinante.

Logo no primeiro episódio temos uma introdução ao que se seguirá: Joe Exotic foi preso por ter conspirado e alegadamente contratado alguém para assassinar Carole Baskin. Ao longo da série, são apresentados vídeos gravados durante aqueles anos e testemunhos de vários intervenientes a favor ou contra a personagem central. Existem outros mistérios paralelos ao enredo central, nomeadamente: onde se encontra o marido desaparecido de Carole? Será ela a responsável pelo seu assassinato? Como são geridas estes grandes parques com animais exóticos? São mortos animais em prol da gestão dos parques? Ou vendidos ilegalmente como forma de faturação extra? 

Esta é uma história intensa, preversa, com traições e situações que nos tocam. É uma verdadeira montanha-russa de emoções e intrigas. Tão surreal que parece mentira. Pessoalmente, não fiquei fã do documentário, não é o meu tipo de história. Nota-se que tudo foi uma grande conspiração e que provavelmente muitas pessoas culpadas de vários crimes não tiveram qualquer punição. Acho que as palavras que melhor descrevem o documentário são "surreal" e "loucura". A parte mais interessante, para mim, foi terem construido toda a série com base em relatos reais, com vídeos que tinham sido filmados no passado aquando da gravação de um suposto reality-show que nunca chegou a ser concretizado. Além disso, o facto de terem centrado cada episódio numa personagem concreta ou numa parte específica do enredo, fazendo com que no fim todas as peças se juntem e façam mais sentido, também foi algo que apreciei. Porém, não considerei a história em si muito cativante.

Avaliação: 5/10