Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Clarabóia

Clarabóia

09.01.22

The Hating Game | Sally Thorne


Raquel Patrício

Olá meus queridos leitores! Estou, finalmente, de volta!!!! 

Senti tanta falta de escrever como de ler, nos últimos tempos. Têm sido semanas extremamente ocupadas, entre ler artigos, escrever uma tese e trabalhar... parece que nem existe tempo para respirar sequer. Vou tentar, nos próximos dias, trazer aqui as reviews dos últimos livros que li e colocar, assim, a minha escrita em dia. 

IMG_2372.jpg

Hoje venho falar-vos do meu primeiro livro de 2022: The Hating Game. Completamente influenciada pela Joana da Silva e pela Rita da Nova, de tanto as ouvir falar deste livro no podcast "Livra-te", decidi arriscar. Além disso, estava a atravessar uma fase, a nível de leituras, em que nenhum livro parecia prender-me. Tenho, sem exagero, uns quatro livros a meio e teimosamente, nenhum parece querer avançar. Até que este famoso "The Hating Game" veio resolver o problema.

A história é bastante simples e, contrariamente ao espectável, nada a ver com as minhas leituras habituais. Lucy e Josh são colegas de trabalho e odeiam-se profundamente. Contudo, apesar deste odio aparente, é notório, desde o início, que existe uma atração e uma química muito grande entre os dois. É difícil contar muito mais da história sem revelar spoilers... Apenas acrescento, tem muitas partes escaldantes pelo meio! 

Se estão à procura de uma leitura leve, com uma história pouco densa, personagens engraçadas (soltei umas boas gargalhadas com a ironia da Lucy) e um daqueles livros que a história parece perfeita demais para ser verdade, é o livro certo! Como disse inicialmente, não é habitualmente o meu tipo de leitura. Gosto de enredos mais complexos, personagens mais densas e com mais história para explorar e sou muito fã de finais pouco tradicionais, em que nem sempre tudo acaba bem. Mas, a verdade, é que este livro serviu perfeitamente o propósito de me "desencalhar" nas leituras e passar um bom serão. 

Apesar da previsibilidade da história, tem momentos ternurentos e faz-nos a todas querer materializar um Josh para a vida real! O livro foi ainda adaptado para o cinema e estreou esta semana. Adorei a escolha da Lucy Hale para atriz principal, conseguia perfeitamente visualizá-la nas descrições da personagem Lucy. Estou bastante curiosa para ver a adaptação.

Alguém por aqui já leu este livro? E outros da autora?

Avaliação: 6/10

1 comentário

Comentar post