Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Clarabóia

Clarabóia

10.07.21

Sobreviventes | Alex Schulman


Raquel Patrício

IMG_1001.jpg

O desafio de leitura da Rita da Nova para o mês de junho, do Uma Dúzia de Livros, tinha como tema "um livro sobre irmãos". Já há muito que o livro "Sobreviventes" andava a ser falado e comentado por algumas pessoas que sigo. Achei que era a altura ideal para o ler! 

O romance conta-nos a história de três irmãos, sendo Benjamin, o irmão do meio, o narrador principal. É através dos seus olhos, que observamos o passado destes irmãos, tudo que viveram, assim como é que a relação que os unia evoluiu para o presente. O livro é escrito em duas linhas temporais distintas: o passado, que está a ser descrito por ordem cronológica de acontecimentos; e, o presente, que, pelo contrário, é-nos descrito em ordem reversa. No final, o livro termina com a descoberta do acontecimento que fraturou a relação desta família. 

Gostei bastante desta leitura. Em alguns capítulos, achei que a história se arrastava um pouco e que não estava a evoluir. Contudo, a narrativa é marcada por vários acontecimentos insólitos, que nos suscitam a curiosidade para perceber onde é que vão parar as personagens e porquê/como chegaram à situação presente. O final do livro é bastante surpreendente. Confesso que, em nenhum momento, suspeitei daquela reviravolta! 

Esta leitura fez-me lembrar bastante a vida de Tara, do livro "Uma Educação". Ambas as personagens estavam inseridas numa família disfuncional, que se alienava do mundo e vivia sobre regras insólitas. A forma como os filhos eram tratados, quase deixados ao abandono e à sua sorte, é algo que marca também os "Sobreviventes". Outro aspeto que gostei bastante é o facto de, ao longo da leitura, criarmos preconceitos sobre determinadas personagens, com base nos acontecimentos que nos são narrados. Porém, no fim, após percebermos o que se sucedeu, conseguimos quase "desculpabilizar" comportamentos e perceber que nem tudo é aquilo que parece. Na vida real, também criamos imagens mentais de determinadas pessoas, quase de forma inata, sem termos noção do que se passa realmente na vida dessas pessoas. 

Por aqui, alguém já leu "Sobreviventes"? Gostaram?

Avaliação: 6,5/10