Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Clarabóia

Clarabóia

13.04.20

Se nunca te tivesse conhecido


Raquel Patrício

 

"Se nunca te tivesse conhecido" é uma série espanhola, disponível na Netflix, com apenas 10 episódios. A série centra-se na história de amor dos dois protagonistas, Eduard e Elisa, e em como a relação deles parece estar sempre ligada a uma tragédia.

Eduard e Elisa são casados, têm dois filhos, um casamento feliz que luta com as particularidades e problemas do quotidiano. Tudo parece correr dentro da normalidade até que, um dia, Elisa e os filhos têm um acidente de carro fatal. Eduard sente-se culpado pelo que aconteceu, devido a uma discussão que teve com Elisa na véspera. Num momento de desespero em que Eduard pensa em suicidar-se conhece uma misteriosa doutora, Dra. Everest, que o impede de tomar essa decisão. A Dra. Everest é uma física genial que descobriu uma maneira de viajar entre universos. Isto é, segundo a teoria apresentada, existe um universo paralelo para cada opção não escolhida de uma decisão que tomamos. Depois de Eduard comprovar que isto era verdade, fica determinado a viajar para um universo em que consiga reparar aquilo que aconteceu, impedindo que os filhos e a mulher morram num fatídico acidente.

Em todas as viagens a outros universos, Eduard é deparado com cenários muito diferentes da sua vida atual: uns em que não é casado com Elisa, outros em que são casados mas já não se amam e outros em que são muito felizes. Contudo, todos eles têm algo em comum: Eduard nunca consegue evitar um acidente. Pode não ser exatamente nos mesmos contornos de como acontece no seu universo, mas há sempre algo trágico a persegui-lo. Por fim, ao longo da série, são-nos dadas algumas pistas sobre o desfecho e a revelação final que é feita - não considerei que tivesse sido um plot-twist muito surpreendente mas foi conclusivo e permitiu fechar todos os ciclos e histórias em aberto.

Quantos de nós já não nos deparamos com situações em que nos questionamos "e se...?", "e se tivesse escolhido diferente?"? Esta é uma série que aborda muito bem estas questões, fazendo-nos pensar em como estariam as outras versões de nós mesmos noutros universos, que seguiram os caminhos diferentes daqueles que tomamos. Contudo, parece que determinados acontecimentos têm um magnetismo e um poder tão grande que se repetem ciclicamente, independentemente das escolhas que tomamos. O que nos leva a pensar: será isto o destino?

Avaliação: 6,5/10

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.