Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Clarabóia

Clarabóia

04.03.21

I Care a Lot (2020)


Raquel Patrício

3e386bd70a2d7cba99f965b67fad273bde-I-Care-A-lot.jp

Optei por ver este filho pelo elenco, sem qualquer expetativa sobre o que o enredo me reservava. Sou fã da Rosamund Pike, principalmente desde a sua brilhante participação em Gone Girl, assim como do Peter Dincklage, uma das minhas personagens preferidas de Game of Thrones. Neste filme, Rosamund volta a interpretar o papel de uma vilã camuflada pelo seu ar angelical, de benfeitora. Acho que a atriz tem um jeito natural para este tipo de papel, muito honestamente. 

Marla Grayson (Rosamund Pike) é uma espécie de tutora de pessoas idosas que, na teoria, estão incapazes de tomar conta de si próprias e de viverem de forma independente. Assim, Marla assume o controlo da vida destas pessoas, cedido pelo estado americano, colocando-as num lar e gerindo as suas contas, o seu dinheiro, etc. A questão é que estes idosos estão perfeitamente saudáveis. Marla tem um esquema com uma médica que atesta falsamente a incapacidade dos idosos e, posteriormente, após o tribunal lhe ceder a tutela, coloca-os num lar cujo diretor é também seu cúmplice, pertindo-lhe controlar as visitas, acessos, medicação, tempo livre, etc. No fundo, a vida e a saúde destes idosos estão nas suas mãos. Depois dos mesmos estarem institucionalizados, Marla começa a vender os seus bens com a justificação que tem de pagar os seus honorários, o lar e outras despesas inerentes. 

Tudo corre bem na sua vida, até que se depara com uma nova idosa (Jennifer Pertersonn), futura vítima do seu esquema. O que Marla não sabia é que Jennifer era mãe do líder da máfia russa e que possuía uma nova identidade para não ser identificada nos EUA. Aqui, as coisas deixam de lhe correr tão bem.

Um filme caricato, em que não existem os típicos "bons da fita" - apenas um conjunto de pessoas más, que cometem ações execráves e que não sabemos quem detestar mais. O facto de não estar com qualquer expetativa foi bom, permitiu-me desfrutar sem qualquer ideia preconcebida. É um filme que entretém bastante bem, com um final interessante e justo! Acho que vale a pena espreitarem.

Deixo aqui o trailer para os mais curiosos:

Avaliação: 6,5/10