Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Clarabóia

Clarabóia

18.02.21

Dark | 1ª Temporada


Raquel Patrício

Dark-Season-1-Netflix-Recap-Review.jpg

Nos próximos tempos, vou trazer-vos a minha opinião sobre a série Dark, disponível na Netflix. Uma opinião distinta sobre cada uma das três temporadas desta incrível série alemã! Para mim, a primeira temporada é, sem sombra de dúvidas, a melhor. Uma temporada cheia de mistério, suspense e plot twists que nos deixam presos ao ecrã, do primeiro ao último episódio.

A primeira temporada é a mais longa, conta com 10 episódios na sua totalidade, entre 45 min a 1 hora de duração cada um. Esta é uma série que nos obriga a estar com atenção plena, pois todos os pormenores são relevantes para o resto da série. Portanto, se querem "desligar" e tirar um bom bocado sem telemóvel, esta é a série perfeita. 

O enredo decorre em Winden, na Alemanha, e centra-se em quatro famílias principais (os Kahnwald, os Nielsen, os Tiedemann e os Doppler). Embora Jonas seja a personagem com mais destaque e, assim, pode ser considerado o "principal", não considero que existam muitas personagens secundárias. Todas terão um papel crucial ao longo da série. Tudo está ligado. A história inicia-se com dois acontecimentos dramáticos: o suicídio do pai de Jonas - Michael Kahnwald - e o desaparecimento do jovem Erik. Ulrich Nielsen é o inspetor da polícia que está responsável por encontrar Erik mas, mesmo após várias semanas, o mesmo continua sem aparecer. Até que, numa noite em que o grupo de amigos de adolescentes (Jonas; Martha, Magnus e Mikkel - filhos de Ulrich; Bartosz Tiedemann e Franziska Doppler) vão até às grutas de Winden procurar pelas drogas que Erik teria escondido, Mikkel acaba por desaparecer misteriosamente. Agora, Ulrich vê-se com dois desaparecimentos por solucionar, sendo um deles do seu próprio filho. Durante as buscas por Mikkel, aparece um corpo de um jovem, mais ao menos da mesma idade, na floresta. Porém, este rapaz não é Mikkel nem Eric.

Não vou contar mais da história pois não quero estragar a experiência a quem quer ver! Esta primeira temporada fez-me lembrar bastante de Stranger Things - um grupo de amigos adolescentes, com um desaparecimento misterioso e algo obscuro inexplicável. Contudo,  o decurso do enredo será completamente distinto. Outro fator semelhante são as múltiplas referências aos anos 80, uma vez que Dark acompanha todas as suas personagens no tempo presente (2019) e quando eram mais jovens (1986). Recomendo que, para quem vir a primeira temporada, utilize uma árvore genealógica das famílias para apoio, porque são apresentadas várias personagens, em diferentes anos, e, por vezes, os parentescos tornam-se confusos (deixo-vos aqui uma de exemplo).

de8eff52f8507a8ed5851bd4737f4a5a.jpg

Fãs de Dark por aqui? Quem é que vai dar uma oportunidade a esta série? Na próxima semana deixo a minha opinião sobre a segunda temporada!

Avaliação: 9/10