Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Clarabóia

Clarabóia

13.06.20

Como dedicar mais tempo à leitura


Raquel Patrício

Uma das perguntas que muitas vezes me fazem é como é que consigo ler tanto e tão rápido. Na verdade, não existe uma fórmula mágica, apenas dedicação, gosto pela leitura e compromisso! Contudo, existem alguns truques que funcionam para mim e que, portanto, decidi partilhar convosco. 

Espero que esta publicação vos ajude a ingressar no mundo da leitura ou, pelo menos, a serem mais consistentes neste hábito. Como disse, isto é o que funciona para mim. Cada pessoa é uma pessoa, somos todos diferentes, e o que eu sei que resulta para mim pode não funcionar para alguns de vocês. 

 

1. Consistência

Sempre gostei muito de ler, desde pequena. Desde que me conheço, que existiram sempre livros à minha volta, tinha sempre um livro "a ler" na mesinha de cabeceira. Porém, também tenho períodos em que leio consideravelmente menos ou que não tenho simplesmente vontade. Acho que o truque consiste em contrariar este sentimento. Por norma, se há um dia em que não me apetece ler, respeito essa vontade. Mas nunca me permito a ficar mais de um ou dois dias seguidos sem ler. Acho que o truque é manter o hábito ativo, porque senão custa muito mais a retomar. É quase o mesmo que se passa com o exercício físico - quando fazemos uma pausa mais prolongada, voltar à rotina é muito mais doloroso. 

 

2. Criar objetivos de leitura

Por norma, estipulo sempre objetivos de leitura. Não só na quantidade de livros que pretendo ler num determinado período de tempo (por exemplo, num mês, em três meses, num ano...) como também na própria leitura em si. Ou seja, quando estou a ler determino por quanto tempo vou ler. Tenho sempre um mínimo de tempo, neste caso, nunca menos de 15 minutos por dia. Mesmo nos dias em que chego a casa tarde porque vou sair e tenho que acordar mais cedo no dia seguinte, esforço-me sempre por ler esses 15 minutos. Não é essa pequena fração de tempo que vai fazer a diferença no meu sono e no meu cansaço no dia seguinte. Há quem também estipule objetivos por páginas ou capítulos, por exemplo. 

 

3. Definir a leitura como uma prioridade 

Muitas pessoas encaram a leitura como uma forma de passar o tempo livre. Contudo, são capazes de passar uma hora ou mais por dia nas redes sociais, simplesmente a fazer scrolls sem sentido e sem estar a ver nada que lhes acrescente valor ou que seja produtivo. Isto não é uma crítica, cada pessoa faz com o seu tempo aquilo que quer. Mas depois, essas mesmas pessoas são capazes de dizer que não têm tempo para ler e que têm uma vida muito ocupada. Gostaria de vos lembrar que todos dispomos da mesma quantidade de tempo para dedicar aos nossos afazeres: todos somos contemplados com 24h por dia. A gestão desse tempo é que é feita de maneira diferente por cada um de nós. Na era dos smartphones já é bastante simples analisarmos quanto tempo dedicamos a determinadas aplicações e redes sociais: existem aplicações próprias que calculam esses valores. Alguns telemóveis já têm mesmo essa funcionalidade. Acho que o que veio revolucionar os meus hábitos de leitura foi precisamente essa tomada de consciência: perceber quanto tempo do meu dia eu perdia (e aqui é literalmente tempo perdido porque eu não estava a fazer nada de produtivo) nas redes sociais. E percebi que se dedicasse esse tempo a outra coisa como, por exemplo, a ler ia chegar bem mais longe nos meus objetivos de leitura e estaria a viajar e a aprender coisas novas com algo que eu adoro. Sim, porque a leitura tem a capacidade de nos transportar para universos fantásticos!

 

4. Aproveitar todos os pequenos momentos para ler

Tento aproveitar ao máximo todos os momentos livres que tenho para ler, nem que sejam 10 páginas. Se, por exemplo, estou a fazer tempo para sair para ir ter com alguém, pego num livro e leio algumas páginas. Se vou a algum sítio em que sei que terei que esperar (uma consulta, um encontro, etc) levo um livro e dou continuidade à minha leitura. Se estou com dificuldade em adormecer, pego no livro até o sono aparecer. Todos os tempos "mortos" tento dedicá-los ao livro que tenho no momento. Se calhar no passado, pegava simplesmente no telemóvel e ficava a vaguear pelos feeds das redes sociais, sem absorver absolutamente nada. Vão ver que ao fim de algum tempo, esses pequenos momentos dão para muita coisa. Quando tenho algum tempo livre, tento sempre fazer umas maratonas de leitura - dedico por exemplo duas ou três horas a ler e consigo dar um grande avanço no livro. Todavia, como disse, isto é o que funciona para mim, cada um terá que encontrar aquilo que melhor resulta para si.

 

5. Encontrar os livros que nos inspiram

Provavelmente, mesmo depois destas dicas, ainda haverá alguém desse lado que diz "não, ler simplesmente não é para mim". Tenho a dizer-vos que não acredito nisso. Acho que todos nós conseguimos pegar num livro e desfrutar desse momento. Contudo, poderão haver pessoas mais seletivas relativamente aos livros que gostam. O essencial é experimentarmos diferentes livros para percebermos aquilo que gostamos: quais são os géneros literários que nos cativam mais a atenção, encontrar um(a) autor(a) com uma escrita com a qual nos identificamos, quais são os temas que gostamos mais que sejam abordados nos livros que escolhemos, se preferimentos livros pequenos ou com mais páginas, entre outros exemplos (até o tamanho da letra e o espaçamento têm importância para algumas pessoas). Os livros são entidades únicas: recomendar um livro a alguém é algo tão pessoal como a escolha de um perfume, por exemplo. Portanto, é preciso conhecermo-nos bem e perceber quais os livros com que nos identificamos. Por vezes, mesmo a fase da nossa vida que estamos a atravessar tem muito impacto na perceção do que lemos. Depois de encontrarmos as nossas preferências, é uma questão de explorarmos livros semelhantes - com a internet, é muito simples fazer essas pesquisas - ou até pessoas com gostos idênticos aos nossos que nos recomendem novos livros.

 

Espero que estas dicas vos tenham ajudado e que as consigam pôr em prática para aumentar os vossos indíces de leitura.

E vocês, quais são os truques que usam para se manterem motivados a ler? Partilhem comigo!

2 comentários

  • Obrigada pelas palavras Isa!
    O importante é manter o hábito ativo 😊
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.